Paisagismo Funcional

Paisagismo Funcional

Você já ouviu falar de Paisagismo Funcional? Não?! Mas certamente já o viu por aí!

É quando o paisagismo está inserido de modo a considerar as relações humanas. Ele não é pensado somente respeitando questões estéticas e sim com uma finalidade desejada, como a de fornecer alimentos, ser terapêutico e até mesmo educativo.

Nestes espaços, a memória, o sentimento e o afeto, andam juntos. As plantas nos remetem às pessoas e aos lugares que já visitamos, o modo de cultivo, aparentemente desordenado, é baseado na mistura de arbustos, árvores e ervas.

Agora pare um momento e faça um exercício de observação. Repare que hoje em dia a lógica que comumente norteia a expansão imobiliária inverte os valores e considera que os espaços “não úteis” precisam ser ocupados pelos “produtivos”.

Os quintais vão desaparecendo e nos jardins as plantas passam a ser dispostas de modo apenas a adornar as construções, sendo desvinculado de sua relação com os moradores.

Então, de certa forma, o paisagismo funcional passa a ser uma retomada aos jardins populares, aqueles pejorativamente chamados de jardim de vó! Esse espaço tão dinâmico, pode se expressar como um retiro familiar, oferecer um cenário para acontecimentos sociais e ser palco para as crianças criarem um ambiente lúdico. Pode, ainda, propiciar soberania alimentar ou servir como um elo religioso. Tornando-se manifestações do modo de pensar e de olhar o mundo.

Que tal mudar a perspectiva do seu jardim?

Aqui fica um convite, venha saber um pouco mais sobre essa busca de se incorporar saberes tradicionais na hora de pensar e implantar o jardim. No dia 24 de julho estaremos aqui no Viveiro Sabor de Fazenda das 14h30 às 15h30 com uma palestra gratuita sobre o assunto. Para reservar o seu lugar e ter mais informações: (11) 2631-4915.

 

Aline Zoia – Eng.ª Agrônoma da Hortelar

Viviane Moreno – Paisagista da Hortelar

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Deixe uma resposta