A Tagete na Horta

A Tagete na Horta
Tagete ©Sabor de Fazenda
Gabriela Pastro

Olá, pessoal!! Fizemos este post a pedido de vocês. Depois que a Sabrina Jeha, nossa herborista, foi no Programa Encontro com Fátima Bernardes muitas pessoas nos pediram para falarmos mais sobre a tagete.

Chamamos de tagete as plantas do gênero Tagetes, existem pelo menos 50 espécies deste gênero. Outros nomes populares são cravo-africano, cravo-amarelo, cravo-de-defunto, aztec marigold (inglês), african marigold (inglês), cempasúchil (espanhol), cempoal (espanhol), clavel chino (espanhol), clavelón de la índia (espanhol), flor de muertos (espanhol).

Tagetes erecta ©Sabor de Fazenda

De modo geral, elas são herbáceas anuais, eretas, ramificadas, de 60-90 cm de altura. Suas folhas apresentam cheiro forte e característico. As flores possuem tonalidades amarela e alaranjada, que lembram cravos, formadas principalmente na primavera e verão.

Na Bolívia e Peru, as folhas de diversas espécies deste gênero, como a Tagetes graveolens (suico, huacatay ou chicchipa), são utilizadas como tempero de sopas e carnes assadas. Por isto, podemos considerá-las uma Planta Alimentícia não Convencional (PANC). Elas também podem ser utilizadas para preparação de um chá amargo.

Aqui no viveiro temos a Tagetes patula (tagete anã), qual é muito usada como repelente natural de pragas, protegendo as outras plantas dos nematoides, principalmente. Dela pode ser feito um chá para borrifar nas plantas que se deseja evitar pragas. Devido sua beleza, ela também é comercializada como flor de corte. Ainda desconhecemos se as folhas desta espécie específica possui uso culinário, porém suas flores são comestíveis. Suas raízes liberam substâncias com ação tóxica sobre os nematoides. Estas plantas também podem serem incorporadas ao solo na forma de adubo verde.

Tagetes patula nos nossos canteiros ©Sabor de Fazenda
Tagetes patula nos nossos canteiros ©Sabor de Fazenda

Elas são ideais para canteiros, porém podem ser cultivadas em vasos e jardineiras, devendo serem plantadas em local de sol pleno, com terra rica em matéria orgânica, boa drenagem e irrigado periodicamente. Multiplicam-se por sementes, que podem ser colocadas para germinar o ano todo.

Bora plantar tagete nos nossos canteiros e vasos, então!!

Ficou alguma dúvida? Escreve para nós nos comentários.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

Deixe uma resposta