Como entender a energia das ervas

Como entender a energia das ervas

As plantas são pura potencialidade, podemos usa-las das mais variadas formas, dependendo da nossa intenção. Um grande exemplo são as ervas culinárias, como alecrim, sálvia e manjericão, as quais são usadas como temperos, mas também possuem poder fitoterápico e fitoenergético.

Mesmo do ponto de vista da energia, podemos fazer os mais diferentes usos destas plantas, como no preparo de banhos, defumações, benzimentos, bate-folhas, sachês terapêuticos, amuletos e muito mais.

Podemos entender a energia de uma planta de duas maneiras, uma é estudando em bibliografias existentes e outra é conectando-se com sua essência. A segunda maneira pode ser feita de diferentes formas, uma pode ser através de uma análise detalhada de seu formato, cor, aroma e outras características e outra é meditando e entrando realmente em contato com a planta. Com todas essas maneiras obtemos ótimos resultados, basta escolher a forma que mais se enquadra com o seu perfil.

 

Algumas ervas e suas energias:

Alecrim: energia, felicidade, alegria e limpeza.

Hortelã: leveza, foco, limpeza mental, abertura da visão e liberdade.

Lavanda: transmutação, renovação, tranquilidade e equilíbrio.

Sálvia-comum: comunicação, maturidade, posicionamento e limpeza.

 

Quer aprender mais sobre as energias das ervas e as formas de como usa-las nesse começo de ano? Venha participar da Oficina de Incensos ‘Smudge Stick’ e Sachês com Ervas e do Curso Uso Mágico das Ervas – Banhos, Benzimentos e Defumações.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Fechar Menu
×

Carrinho