Do que as plantas precisam?

Do que as plantas precisam?

Horta_caseira_alta_ZG_2012 (1)

Hortelões de plantão!!! Hoje vamos falar sobre nutrição das plantas. Vamos saber por que temos adubos diferentes para diferentes partes das plantas que queremos cultivar (folhas, flores, raízes, entre outros).

Para sobreviverem e desenvolverem-se bem as plantas precisam de nutrientes, principalmente os chamados macronutrientes, quais são absorvidos e requeridos em maior quantidade. Já os micronutrientes são absorvidos em menor quantidade. Vamos dar ênfase à alguns macronutrientes e suas relações com os adubos mais conhecidos.

São considerados macronutrientes: nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg) e enxofre (S). Sendo que os mais presentes em diversos adubos é o nitrogênio, fósforo e potássio e cada um é legal para um objetivo específico.

Vamos a eles, então…

Nitrogênio (N): ele é responsável, principalmente, por ativar a fotossíntese e promover o crescimento das folhas. É o macronutriente em maior proporção em diversos adubos, como esterco, composto orgânico, bokashi, torta de nim e húmus de minhoca. De adubo para adubo a proporção é muito variável. O excesso deste na terra causa menor florescimento e frutificação, além de retardar o desenvolvimento das raízes e deixar a planta suscetível às pragas.

Fósforo (P): macronutriente importante para o processo de germinação e maturação de raízes, frutos e flores. Portanto, quando queremos que a planta frutifique ou floresça temos que dar mais atenção a ele. Um adubo que apresenta altas proporções de fósforo é a farinha de ossos, qual tem em torno de 28%. A deficiência deste nutriente no solo acarreta em uma planta com raízes pouco desenvolvidas, sem floração e frutificação.

Potássio (K): propicia que caules, folhas, flores e frutos fiquem mais firmes. Ele é mais importante ainda para as plantas bulbosas e tuberosas, como batata, cebola, alho, lírio, entre outras. A falta deste nutriente no solo acarreta em uma muda pouco desenvolvida. Ele está presente em diversos adubos, como no composto orgânico e nas cinzas de madeira.

Cálcio (Ca): oferece maior resistência à doenças, quais são dificilmente tratadas depois de desenvolvidas. Melhora o crescimento das raízes, propiciando o enraizamento mais profundo. Os solos brasileiros são tipicamente ácidos e ao incorporarmos cálcio minimizamos este problema. Por isto quando formos começar uma horta no chão é legal fazer uma calagem (correção do pH), incorporando cálcio. Podemos adicionar ao solo este nutriente através do calcário e gesso, porém uma forma muito legal e fácil é jogar ovos triturados no solo, assim como colocar as cascas durante o processo de compostagem.

Enxofre (S): este nutriente é naturalmente abundante em solos com grandes quantidades de matéria orgânica, como na conhecida serrapilheira das matas. Ele favorece a fotossíntese e a respiração. Melhora o odor e sabor de bulbos e raízes durante seu desenvolvimento, por isto quem escolher plantar alhos e cebolas deve se atentar a este nutriente.

Magnésio (Mg): muito importante para a formação da clorofila, além de promover a coloração e a formação de açúcares. A mistura sulfato de magnésio e calcário dolomítico dá origem ao magnésio.

Olhem só uma ilustração que mostra de maneira prática como identificar cada deficiência…

Nutrientes

Lembrando que o importante é ter um solo com equilíbrio de nutrientes, como vimos, tanto o excesso como a falta acarretam danos à planta. A maioria dos adubos compostos possuem os três macronutrientes (N, P e K), porém o que varia de um para o outro é a proporção.

Literatura:

Cânovas, R. 2008. Um Jardim para Sempre: Manual Prático para Manutenção de Jardins. São Paulo: Estação Liberdade. 152 pp.

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

Este post tem 22 comentários

  1. maria luisa

    Olá!! Estou sempre acompanhando o blog e adorei a matéria deste post. Tenho uma amoreira que está super carregada, mas as frutas secam totalmente e caem. As folhas estão bonitas não percebo nada. O q será?
    abraço
    Malu

    1. Maria Luisa, que bom te ver por aqui.Você aduba de quanto em quanto tempo? Se fizer mais de 3 meses, você pode adubar com bokashi. Um ponto importante para a frutificação é a água, o solo não pode ficar muito seco, senão não haverá frutos. Mantenha ele sempre levemente úmido. Atenciosamente.

  2. Wladimir Vico

    Adquiri recentemente um sítio e estou buscando informações para iniciar minha horta orgânica. Existe algum teste que posso fazer no local para saber a qualidade da terra dos canteiros para eu fazer as correções necessárias para iniciar o cultivo?

    1. Wladimir, você se desejar um teste mais rigoroso você tem que enviar uma amostra do solo para análise. Existem alguns lugares que fazem este tipo de teste. Mas se só quiser arrumar a drenagem do solo você pode fazer uma bolinha com a terra, se ela ficar com formato firme e soltar água com o tempo, significa que seu solo é muito argiloso e precisa ser adicionada areia na preparação do solo. Como nossos são tipicamente ácidos é interessante fazer a calagem antes de iniciar o plantio. Atenciosamente.

  3. soraya C.Jayme

    Oi! Eu preciso saber qual é a estação do ano que eu posso podar o pé de limão?

  4. Tenho um pé de jabuticaba pequeno está em um vaso com 15 centímetro de diâmetro está começando a sair as primeiras jabuticaba não coloco nenhum adubo só ponho de vez em quando terra comprada diz que já vem adubada você acha que está certo me manda uma dica para melhorar ela mede uns 70 cent

    1. Yara, bom dia. Seu vaso é muito muito pequeno para jabuticabeira. O ideal é coloca-la em um com uns 50 cm de profundidade, senão ela nunca de desenvolverá. Você pode adubá-la, nesse momento do transplante, com bokashi e torta de nim. A adubação deve acontecer a cada 4-6 meses. Abraços, Gabi

  5. Maria cristina casaroti

    Plantamos pata de vaca em frente ao condominio aonde resiso.quando ela estava crescendo cortaram galhos ..e agora esta com a maior parte das folhas amareladas..aa flores estao feias..parece que ao.lavarem a calcada com cloro caiu no.pe da mesma..oque fazer?

  6. Nazare Francisco

    Muito obrigada por divulgar esse quadro da saude da planta pelas folhas. Tenho um pé de buganvile que ja comprei com umas folhas retorcidas. Achei que ia melhorar. Com o tempo todas as folhas ficaram completamente retorcidas e ninguém me dava a solução. Até achar essa tabela no Pinterest. Coloquei casca de ovo e farinha de osso. Salvou a minha planta. As folhas começaram a abrir. Está florido e se recuperando. Obrigadíssima.

  7. Sônia

    Foi tudo q achei nem imaginava q fosse falta de vitaminas coitada das minhas plantinhas. Amanhã mesmo vou comprar farinha de osso pra elas. Obrigada pela dica maravilhosa !!Tenho varios pés de frutas no vaso mas nenhum deu fruta. Só o pé de goiaba q deu uma goiaba kkkkk oh dó! !

Deixe uma resposta