Manjericão com larva minadora?

Manjericão com larva minadora?

Se tem algo bem comum aos diferentes tipos manjericões (Ocimum basilicum), é a presença de larvas-minadoras (Liriomyza spp.) em suas folhas e até mesmo caule. Estas larvas são colocadas por pequenas moscas, as quais ovopositam nas folhas e destes ovos saem larvas que se alojam entre o tecido foliar formando verdadeiras galerias. A presença delas é identificada por desenhos assimétricos amarronzados com um ponto mais escuro, onde estaria a larva. Após cerca de sete dias a larva sai destas galerias e empupa (forma um casulo) na superfície das folhas, no solo ou, menos frequentemente, dentro das folhas mesmo.

Além de todos os tipos de manjericões, a melissa (Melissa officinalis), tomateiro e até mesmo as mentas/hortelãs (Mentha spp.) são suscetíveis à estas. O prejuízo para a planta é que destroem o tecido foliar na área em que caminham e se alimentam. Dificilmente isto levará a planta à morte, porém muitos jardinistas se incomodam com sua presença. Pensando nisto, nossa herborista Sabrina Jeha nos dá dicas sobre identificação e como fazer o controle ecológico das larvas minadoras e ter sempre manjericão saudável.

 

 

Ah estas dicas valem para o controle de larva minadora em qualquer tipo de planta 😉

Saiba mais sobre controle ecológico e as placas adesivas falada pela Sabrina Jeha aqui.

 

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915 ou (11) 93489-1008
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

Deixe uma resposta