Meu Jardim na Pandemia

Meu Jardim na Pandemia

Sabemos como esses tempos têm sido difíceis e também o quanto as plantas ajudaram a maioria de nós a passar momentos melhores, seja de saúde física ou mental. Nessa pandemia, a quantidade de pessoas jardinando aumentou e também seus jardins aumentaram, mais planta, mais verde, mais comida fresca. Pensando nisso, abrimos no começos de  fevereiro um Concurso Cultural chamado Meu Jardim na Pandemia, como uma forma de ouvir a história de nossos clientes e das pessoas que nos acompanham sobre suas relações com as plantas nesses períodos.

Ao todo foram 33 participantes, cada um com uma relação diferente, uns estreitando laços que já tinham e outros começando do zero esse relacionamento. Ficamos imensamente emocionados por aqui e nossa equipe teve dificuldade em eleger o ganhadores, mas a missão foi cumprida e nossos vencedores foram….

 

Confiram a linda história ganhadora…

 

“Nosso projeto de jardim.
Venho aqui contar para vocês um pouquinho da história de um jardim que tem trazido alegria para muitas pessoas.
Em agosto de 2019 um grupo, inicialmente formado por três professoras universitárias e alguns alunos do curso de Ciências Biológicas apaixonados por Botânica, resolveram usar os seus finais de semana para tentar revitalizar e colocar em prática um projeto de plantio de aromáticas e medicinais em uma horta comunitária, localizada no bairro da Móoca, em São Paulo: a Horta das Flores.
Quando chegamos pela primeira vez, uma área grande da horta estava sendo cuidada por alguns voluntários e por uma senhorinha de mais de 80 anos (a D. Maria), porém tinha muita coisa por fazer. Não tivemos dúvidas: montamos uma força-tarefa, com enxada na mão e muita energia positiva e, logo no primeiro dia de trabalho, conseguimos limpar vários canteiros, retirando plantas invasoras, revolvendo o substrato e preparando o solo para adubação orgânica. Era o primeiro passo para um projeto que ainda iria gerar muitos frutos.
Até o início de 2020, após escolha das espécies, plantio de mudas e cuidados de manutenção, estávamos com 10 canteiros de aromáticas e medicinais; 1 espiral-de-ervas e 4 canteiros de alimentícias. Aí veio a pandemia, interrompendo nossas atividades presenciais.
Em agosto de 2020, com todos os cuidados, retomamos as atividades, com três professoras e 21 alunos voluntários e, até o momento, aqueles primeiros canteiros se transformaram em 18 canteiros de aromáticas e medicinais; uma estufa repleta de plantas alimentícias; uma linda espiral-de-ervas e uma composteira aberta, que está sendo revitalizada (com produção de adubo orgânico utilizado nos canteiros).
Mais do que o cuidado com as plantas; a alegria de ver os canteiros verdinhos, as mudas crescendo e as flores e frutos surgindo, é a felicidade estampada nos olhos daqueles que fazem parte desse projeto. Alunos se formaram e, mesmo assim, continuaram participando como voluntários; pais, mães, irmãos, namorados, amigos, chegam e já querem ajudar; contribuir nem que seja um pouquinho para que o local permaneça verde, produtivo, no meio do caos de uma grande metrópole.”

 

 

Porém, nosso concurso tocou e emocionou muitos de nós e de vocês, então decidimos transformar o concurso em um livro, um livro com cada história e fotos, assim como com dicas de jardinagem em cada história. Isso tudo com auxílio do querido Roberto Araújo, editora Europa. Aguardem!

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915 ou (11) 93489-1008 (WhatsApp)
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

Deixe uma resposta