Plantas para pets: o que pode e não pode

Plantas para pets: o que pode e não pode

Há algumas semanas, postamos lá no Facebook um vídeo com a Mari, cachorra da Silvia Jeha, esbaldando-se na erva-luisa e vocês amaram (se você não viu, veja aqui). Então resolvemos fazer um post somente de plantas boas para cachorros e gatos.

Podemos dividir as plantas em relação aos pets da seguinte forma: tóxicas, indiferentes e boas (benéficas).

A maioria das plantas que cultivamos em casa são indiferentes, não são nem tóxicas e nem benéficas aos cachorros e gatos, como exemplo temos flor-de-maio  (Schlumbergera  truncata), rabo-de-galo  (Celosia  argentea), clorofito  (Chlorophytum  comosum), orquídeas, entre outras.

Geralmente as plantas tóxicas são de conhecimento geral, mas vamos revisar rapidamente. Dentre aquelas que devemos evitar ter em casa, principalmente se for o caso de cachorro nos primeiros meses de vida, temos a espada-de-são-jorge (Dracaena trifasciata), confrei (Symphytum officinale), comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia seguine), coroa-de-cristo (Euphorbia milii), aveloz (Euphorbia tirucalli), entre outras.

 

Já as plantas benéficas são a minoria, mas fazem muita diferença na qualidade de vida do seu pet, seguem as principais:

Capim-santo (Cymbopogon citratus): um coringa para cachorros e gatos. Devido as fibras indigestas e alergênicas de suas folhas, ao consumirem-as acabam vomitando e durante o vômito fazem uma limpeza no trato digestório, eliminando todos os pelos que ficam acumulados e que impedem uma boa digestão.

Erva de gato (Nepeta cataria): a erva mais conhecida dentro do universo dos gatos, ela geralmente é vendida seca dentro de brinquedinhos. Ao entrar em contato com ela, fresca ou seca, o gato entra em um processo parecido ao de cio e isso tira a atenção de algo que ele esteja arranhando. O comportamento dura alguns minutos e depois volta a aparecer quando o gato entrar em contato novamente com a erva. O gato não consome, apenas se esfrega na erva, mas não tem problema se consumir.

Erva-luisa (Aloysia triphylla): seu poder digestivo, amplamente calmante e aroma limonada é amado por gatos e cachorros, eles  ficam imensamente eufóricos quando se aproximam dela e chegam a consumi-la. Traz benefícios calmantes (após finalização da exposição), digestivos e alegria para os pets.

Grama de gato (Triticum sativum): nada mais é do que a semente de trigo germinada. Ideal para gatos se esfregarem, coçarem e comerem. Também tem a capacidade de limpar o trato digestório de uma forma similar ao capim-santo.

 

Além destas os temperos e plantas para chá, de uma forma geral, são bons para eles e cada um tem sua preferência. Alguns gostam de melissa (Melissa officinalis) e outros amam coentro (Coriandrum sativum). Por isso, tenha sempre pelo menos um vaso de alguma planta que seu pet ame, não é só você que quer se beneficiar das plantas medicinais! Converse conosco pelo chat e reserve as mudas para seus gatos e cachorros.

Aproveite o final de semana e adquirira as mudas para seu bicho de estimação, converse conosco pelo chat no canto inferior direito da tela.

 

Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo
(11) 2631-4915 ou (11) 98426-6564
sabordefazenda@sabordefazenda.com.br

 

Fechar Menu
×

Carrinho