Babosa (Aloe vera)

Família: Asphodelaceae

Origem: África

Outro nome científico: Aloe barbadensis

Outros nomes populares: aloe, aloe vera, babosa-medicinal, aloe de barbados (espanhol), aloe de curazao (espanhol), sábila (espanhol), sávila (espanhol).

Características botânicas: herbácea rizomatosa, suculenta e de caules curtos. Forma touceiras, podendo atingir de 60-90 cm de altura. Produz flores amareladas. Se reproduz pela separação de brotos laterais.

Cultivo-Solo/Clima: gosta de climas quente, solos bem drenados e pouca água. Apesar de lenta, a obtenção de mudas é algo fácil já que a planta multiplica-se por separação dos brotos que se formam na base da planta-mãe, que depois de uns 15 cm podem ser transplantados para locais definitivos. Gosta de sol pleno, porém pode ser cultivada dentro de casa com luz indireta.

Usos medicinais, culinários e/ou ornamentais: uma das plantas mais importantes e conhecidas para a saúde e estética da pele e cabelos. É usada há milênios na cura de ferimentos e reconstituição da pele, irritação nos olhos, queimaduras de sol e fogo. O uso interno pode causar diarreias em pessoas mais sensíveis.

Atenção: nunca use internamente sem indicação médica.

Partes usadas: folhas, principalmente a mucilagem presente nestas.

 

ATENÇÃO: as informações aqui contidas são apenas para interesse didático. Antes de consumir qualquer planta medicinal consulte seu médico ou fitoterapeuta.

Envie uma mensagem pelo formulário abaixo ou nos chame pelo Whatsapp (11 98426-6564)