Espinheira Santa (Maytenus ilicifolia)

Família: Celastraceae

Origem: Brasil

Outros nomes populares: erva cancrosa, erva santa, espinheira divina, espinheira santa, espinho de deus, cangorosa (português e inglês), quebrachillo (espanhol), salva vidas (espanhol), yerba del toro (espanhol).

Características botânicas: árvore de pequeno porte ou arbusto grande, crescendo até no máximo 5 m de altura. Folhas brilhantes e com margens providas de espinhos pouco rígidos. Flores pequenas de cor amarela.

Cultivo-Solo/Clima: prefere solos com bom teor de matéria orgânica, argilosos e bem drenados. A temperatura ideal de germinação é entre 20-30ºC. Semear na primavera e somente depois de quatro meses transplantar para um canteiro. Propagase por sementes.

Usos medicinais, culinários e/ou ornamentais: possui atributos ornamentais devido à semelhança de suas folhas e frutos com o “azevinho” usado nas decorações de natal do hemisfério norte. Porém, é muito utilizada na medicina caseira aonde vem sendo empregada no tratamento de problemas estomacais.

Partes usadas: folhas.

 

ATENÇÃO: as informações aqui contidas são apenas para interesse didático. Antes de consumir qualquer planta medicinal consulte seu médico ou fitoterapeuta.

Envie uma mensagem pelo formulário abaixo ou nos chame pelo Whatsapp (11 98426-6564)

Fechar Menu
×

Carrinho