Fora de Estoque

Rosela/Hibisco/Vinagreira Roxo V15 (Hibiscus acetosella)

Arbusto lenhoso, perene, ramificado, de crescimento disperso, de 1,5 – 3,0 de altura. Folhas roxas, como as flores, o que difere do hibisco Hibiscus sabdariffa, o qual possui apenas os ramos e nervuras roxas. Flores formadas ao longo do ano todo, solitárias e na cor rosa nas bordas chegando ao vermelho no centro. Pode ser cultivado como ornamental, isolado ou em grupos, a pleno sol, bem como para a produção de cálices utilizados na culinária. É considerado de desenvolvimento mais rústico que o H. sabdariffa, pois é menos suscetível às pragas e doenças. É considerada uma Planta Alimentícia não Convencional (PANC) devido os usos de seus cálices florais e folhas.

Imagens ilustrativas, o tamanho e maturidade da muda terá relação com sazonalidade e disponibilidade em estoque. Nossas mudas variam de 10 – 25 cm e, geralmente, não estão em floração.

Vaso de 15 cm.

R$ 30,00

Fora de estoque

SKUMV000217 Categorias, , ,
Fechar
Informação adicional
Peso 0,760 kg
Dimensões 11 × 13 × 30 cm

 Família: Malvaceae

 Origem: Angola, Burundi, Zâmbia, Zaire, Zimbabwe

 Outros nomes populares: hibisco-cranberry, vinagreira-roxa, cranberry hibbiscus (inglês), roselle falsa (espanhol), rosemallow africano (espanhol), malva marrón (espanhol), hibisco hojas de arándano (espanhol), escudo rojo (espanhol)

 Características botânicas: arbusto lenhoso, perene, ramificado, de crescimento disperso, de 1,5 – 3,0 de altura. Folhas roxas, como as flores, o que difere do hibisco Hibiscus sabdariffa, o qual possui apenas os ramos e nervuras roxas. Flores formadas ao longo do ano todo, solitárias e na cor rosa nas bordas chegando ao vermelho no centro.

 Cultivo-Solo/Clima: pode ser cultivado como ornamental, isolado ou em grupos, a pleno sol, bem como para a produção de cálices utilizados na culinária. Multiplica-se por sementes ou estaquia. É considerado de desenvolvimento mais rústico que o H. sabdariffa, pois é menos suscetível às pragas e doenças.

Usos medicinais, culinários e/ou ornamentais: são várias suas formas de uso, no Maranhão, as folhas picadas fazem parte da receita de arroz de cuxá. As brácteas e sépalas (estruturas das flores) possuem um sabor ácido e uma coloração vermelha intensa e são usadas para a confecção de geleias, sucos e chás. Na medicina caseira o chá é usado para baixar febre, melhorar problemas digestivos e diuréticos. A bebida feita de suas flores é conhecida como água de Jamaica ou água de flor da Jamaica.

 Partes usadas: folhas e brácteas.

 

ATENÇÃO: as informações aqui contidas são apenas para interesse didático. Antes de consumir qualquer planta medicinal consulte seu médico ou fitoterapeuta.