Ela é PANC (Plantas Alimentícias não Convencionais), nativa do Brasil e outras regiões de floresta da Amércia do Sul, e é parente do gengibre (família botânica Zingiberaceae). A cana-do-brejo (Costus spiralis) é uma herbácea entouceirada com hastes semelhantes à cana, por isso seu nome popular. As folhagem e flores são muito ornamentais, já as inflorescências podem apresentar flores brancas, róseas ou vermelhas. Quando adulta e plantada diretamente no solo, pode atingir entre 1,00 – 1,80 m de altura. É conhecida por outros nomes, como caatinga, cana-branca, cana-de-macaco, corkscrew ginger (inglês), indian head ginger (inglês), caña de arroyo (espanhol) e cañuela santa (espanhol).

Suas hastes, folhas e raízes são diuréticas, tônicas e aplicadas no tratamento das doenças venéreas.  A infusão das folhas é diurética, febrífuga, contra o catarro e afecções da bexiga e para inflamações dos rins e antirreumática. O sumo do colmo é usado para picadas de insetos e também para diabetes. Já suas inflorescências e flores são comestíveis e podem ser consumidas cruas ou cozidas ofertando crocância aos pratos. 

Pode ser cultivada como touceira isolada ou em grupos, em canteiros. Não vai tão bem em vasos. Gosta de solo rico em matéria orgânica e pantanoso. Desenvolve-se melhor em clima temperado a quente. Multiplica-se facilmente por estacas e por divisão de touceiras.

🏡    : Av. Nadir Dias de Figueiredo, 395 – Vila Maria, São Paulo – SP
📞    : 11 2631-4915
📱    (pedidos Grande São Paulo): 11 93489-1008
📱    (pedidos fora da Grande São Paulo): 11 93465-61
Picture of Escrito por Gabi Pastro

Escrito por Gabi Pastro

Herbalista do Viveiro Sabor de Fazenda

Deixe um comentário

Fechar
Fechar
Acessar
Fechar
Carrinho (0)

Nenhum produto no carrinho. Nenhum produto no carrinho.